Pronta para entrar na roda das Deusas? Conheça a Deusa Ártemis.

Seja muito bem-vinda a nossa Roda das Deusas. Com este texto sobre a Deusa Ártemis dou inicio a este novo espaço no Caminhos Femininos.

Conheça Viviani Burke, a mulher por trás da Roda das Deusas. Autora dos textos que você verá por aqui nas próximas 7 semanas.

Leia…. sinta….reflita e siga conosco nesta viagem de autoconhecimento e desenvolvimento feminino que essa roda pode proporcionar.

” A primeira vez que ouvi sobre as deusas, foi muito interessante porque era um universo novo pra mim, mas eu já tinha em algum momento visto aquelas imagens e ouvido aquelas histórias; tive uma sensação como se eu estivesse visitando uma velha amiga. Sabe por que eu tive essa sensação? Porque minha alma conhece intimamente cada uma dessas deusas, assim como a sua também conhece; as deusas são arquétipos que estão conosco desde o momento em que nascemos. Os arquétipos nada mais são do que estruturas que herdamos das nossas ancestrais e que definem padrões de comportamentos, ou seja, as deusas influenciam a forma como nós falamos, nos expressamos, nos relacionamos e tomamos decisões.  Minha proposta com essa coluna é de explorar essa roda com vocês, te apresentar a cada uma dessas deusas e te mostrar como elas são capazes de transformar a sua vida e te tornar uma mulher mais centrada, segura, leve, com mais autoestima, domínio de si mesma e da sua vida.”  Viviani Burke

Então, está pronta para adentrar a roda?

Hoje falarei sobre uma deusa que ganha cada vez mais espaço na nossa sociedade. Por muito tempo ela ficou reclusa no campo, no interior, fora da cidade, pois não conseguia se adaptar a agitação da vida urbana. O texto de hoje é dedicado a deusa Ártemis, a deusa da lua, da caça, da natureza.  Quando penso em Ártemis, muitas vezes me vem à mente a imagem de uma mulher que mora na roça e sabe de todos os mistérios da natureza, porque a natureza é uma extensão dela mesma. Ártemis gosta de ar fresco, de sentir o sol tocar o seu corpo, o vento bater nos seus cabelos, de tomar um belo banho de rio e olhar para a lua. Ártemis cuida da natureza selvagem da mulher, dos seus instintos. A natureza selvagem está dentro de você; é aquele lugar sagrado, só seu, como diz a música da cantora Danni Carlos: “Coisas que eu sei”; que só você sabe, ninguém mais.

Ártemis é uma deusa que valoriza muito a independência, a liberdade, e isso assusta a sociedade patriarcal.  Uma mulher bem resolvida incomoda… mas a mulher que tem uma Ártemis bem desenvolvida está tão convicta de quem ela é que não se preocupa com a opinião alheia. Ela tem plena consciência de quem é e do que quer, por isso, a mulher que tem uma Ártemis forte em sua personalidade é focada, determinada, persistente, e, como boa caçadora, é paciente e não costuma abaixar a cabeça ao avistar um obstáculo.

Presença de Ártemis na nossa cultura:

Vejo Ártemis presente nas atletas, nas parteiras, nas mulheres que lutam pelas causas ambientais, nas feministas, nas mulheres que fogem para a natureza sempre que têm um tempo livre, nas mulheres que não se calam e expressam a sua verdade. Por conta do movimento feminista, essa deusa tem ganhado espaço na mídia, aparecendo em personagens como: Merida (do filme Valente); Pocahontas, Katniss Everdeen (do filme Jogos Vorazes), Cheryl Strayed (do filme Livre). 

O que aprendi com a Deusa Ártemis:

Para mim, uma das mais importantes lições dessa Deusa é: seja inteira, seja a sua melhor companhia.

Quantas vezes você se criticou? Ou se sentiu inferior por estar sozinha, ao invés de curtir esse tempo consigo mesma? Quantas vezes você se calou ou mentiu, escondendo o seu verdadeiro querer, para não ser reprovada ou rejeitada pelo outro?

O que fazer para ter mais contato com essa deusa?

Se Ártemis ainda não é muito presente na sua personalidade, você pode ter momentos na sua vida em que ela aparece com mais força; eu, por exemplo, sinto Ártemis mais presente quando tenho uma vontade repentina de sair da agitação da cidade e fazer uma trilha, ir pra cachoeira ou caminhar na praia; sinto Ártemis quando meu corpo pede pra dançar ou pra se exercitar; quando recuso uma balada porque quero simplesmente me levar ao cinema e aproveitar a minha companhia; ou quando resolvi lutar com unhas e dentes pela minha carreira, por mais que os outros achassem uma loucura.

E você, já teve algum momento Ártemis?

Se você gostou desse texto e se identificou com a deusa, Ártemis e quer compartilhar conosco, sinta-se a vontade para comentar nesse post, pois esse espaço é seu. Desperte a Ártemis que existe em você e ate a próxima semana, onde vou falar sobre Afrodite e seus segredos para autoestima.

Te espero aqui!

Viviani Burke.

 

*Viviani Burke é Psicóloga Junguiana, Storyteller e Coach certificada pela Sociedade Brasileira de Coaching (SBC).

3 thoughts on “Pronta para entrar na roda das Deusas? Conheça a Deusa Ártemis.

  • Ártemis pra mim, por enquanto parece ser uma projeção que Me faço! Ela é como algo distante no qual eu anseio conquistar, algo dentro em mim, chama por ela! É estranho, não sei explicar! Vejo algumas das características dela, descrita no texto, em mim, com: o fato de se refugiar na natureza e desejar o sol na pele e sentir e respirar o vento, isso me faz sentir mais perto de minha essência e faz sentir livre tbm! Enfim, se for falar de tudo sobre essa deusa, acabarei em um enorme texto, rsrsrs! Obrigada pela partilha, Viviam e Juliana!

  • Oi Cristiane! Obrigada pela sua partilha! Talvez essas características que você citou que tem (se refugiar na natureza, desejar o sol na pele) sejam um chamado de Ártemis para você se aproximar dela e da sua natureza selvagem. O que você acha? Faz sentido pra você? Bjs!

  • Acho que sem saber estou buscando mais e mais meu lado Artemis, estou buscando minha liberdade indo morar sozinha, tenho procurado me conectar mais a natureza principalmente quando preciso tomar decisões!
    E ainda refletindo, parece que sempre meu lado Artemis foi bem forte, mas em alguns momentos tentei calá-lo e anulá-lo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *